Sem patrocínio, Palco do Rock não terá Pitty; espaço na grade fica vago em protesto

Após buscar apoio para a realização de um show de Pitty na 26ª edição do Palco do Rock  que acontece em Piatã entre 22 de 25 de fevereiro, a programação do evento descartou a possibilidade da artista se apresentar este ano, por falta de patrocínio.

“O Produtor de Pitty deu sinal das possibilidades de estar na edição 2020 do PDR, imediatamente a proposta foi levada ao conhecimento de todos os possíveis apoiadores, porem as respostas, foram todas negativas, principalmente da Secretaria de Cultura do Estado (Secult)”, relatou a organização do evento, em nota. A Secult, por sua vez, explicou que suas únicas ferramentas de incentivo à cultura no período carnavalesco são os editais Carnaval Ouro Negro e Carnaval do Pelô.

Ainda segundo a produção do Palco do Rock, o secretário municipal de Cultura de Salvador, Claudio Tinoco, foi o único que lhes atendeu e apresentou a possibilidade de um apoio no valor de R$ 50 mil. “Neste meio tempo, corremos para buscar a parte complementar do patrocínio, contudo não logramos êxito”, diz o comunicado, acrescentando que o episódio trouxe a possibilidade de parcerias para que na próxima edição possam ter a roqueira baiana na programação. “O espaço na grade destinado à apresentação de Pitty ficará vago em sinal de protesto”, destacou a produção, afirmando ainda que “os fatos aqui expostos mais uma vez denotam a falta de sensibilidade e isonomia por parte de alguns órgãos à cultura rock da nossa cidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *