“Velho tem que morrer em casa, não no hospital”, disse secretário de Saúde, segundo prefeito do PT

Foto: Camila Souza/GOV BA

Além de dizer que Fábio Vilas-Boas faz mal à saúde do povo, o prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim (PT), ainda fez uma grave acusação contra o secretário de Saúde da Bahia – e citou testemunhas.

De acordo com Paulo Bomfim, Vilas-Boas teria dito, no ano passado, que “velho tem que morrer em casa, não no hospital”.

Prefeito Paulo Bomfim

A declaração teria sido testemunhada pelo presidente do Conselho Municipal de Saúde, Irmão Robson, pela representante da Comissão de Saúde da Câmara, Neguinha da Santa Casa, e pelos deputados Zó e Roberto Carlos. “Tal postura é inaceitável para um agente público!”, disse o prefeito de Juazeiro.

Paulo Bomfim seguiu, afirmando que a sorte do município é poder contar “com a sensibilidade do governador Rui Costa. Todavia, ter Fábio como interlocutor é pior do que não ter interlocutor nenhum”.

Política ao Vivo entrou em contato com Fábio Vilas-Boas na manhã desta quarta-feira (08). “Não vou comentar as declarações dele”, disse o secretário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *