Caso Miguel: Delegado Ramon Teixeira agiu dentro da legalidade. Críticas da família e da web não procedem

Por Ricardo Antunes — Vale um registro. Ao antecipar o depoimento de Sarí Côrte Real, o delegado Ramon Teixeira apenas atendeu uma solicitação dos advogados de defesa.

Não existe nada de ilegalidade ou “proteção” como algumas pessoas sugeriram e a família afirmou.

Aqui, nossa crítica foi no tocante a parte de comunicação. É dever da SDS programar uma coletiva com casos que envolvem comoção.

Quanto a postura do delegado, ele tem prestígio entre os seus e é muito conceituado na corporação. Gosta de fazer trabalhos comunitários e conversar com a população.

Delegado Ramon Teixeira abriu a delegacia mais cedo para ouvir depoimento de Sarí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *