Modelo com HIV choca o Brasil ao explicar como contraiu a doença

Geovanni Henrique é modelo e natural de Goiás, mas atualmente está sendo chamado de “o bonitão do HIV”. Com receio de como as pessoas se comportariam diante de sua revelação, fez com que adiasse ao máximo possível a declaração pública sobre ser soropositivo.

Ciente dos pré julgamentos que seria alvo, Geovanni permaneceu em silêncio por tempo demais. Além se relatar a maneira “boba” de como se tornou aidético, também assumiu ser homossexual.

Entre suas palavras, o belo rapaz disse que a maior dificuldade atualmente, vem do preconceito das pessoas sobre a doença, pois sobre a qualidade de vida, disse ser muito mais fácil do que antigamente, dado o avanço da medicina.

Em apoio à todos que são portadores da doença, Geovanni pediu para que as pessoas que não possuem o vírus, evitarem certos tipos de brincadeiras e piadas, pois somente quem está passando por esta descoberta sabe das adversidades que se vivencia.

Modelo surpreende a internet ao revelar ser soropositivo e como isso lhe aconteceu

Ele deixou claro que a forma como é olhado quando assume ser portador da doença é que mais o incomoda, pois se sente como se tivesse cometido algum delito ou que tenha que guardar esta informação em sigilo absoluto.

Apesar dos dedos apontados para ele, Giovanni garante que a descoberta proporcionou novas amizades, livres de preconceitos, pois mesmo no meio gay, onde pedem tanto por liberdade, existem pessoas que o rotulam pelo o que padece e não por quem ele é.


Durante o desabafo, o goiano salientou que contraiu AIDS ao ter relações íntimas sem proteção. Disse também que sabia ao que estava se submetendo e que agora estava pagando por suas escolhas, que a lei do retorno também se aplicava à ele.

Milhares de pessoas contraem o vírus da AIDS todos os anos, esta sigla é como ficou popularmente conhecida no Brasil, mas sua tradução correta é SIDA (síndrome da imunodeficiência adquirida).

Os coquetéis fornecidos pela saúde pública, são de suma importância no controle do avanço e também na diminuição dos sintomas comuns, que na maioria dos casos, são produzidos por doenças oportunistas, ou seja, problemas que acometem a saúde do indivíduo devido suas proteções naturais contra vírus, bactérias e fungos, estarem comprometidas.

A decisão corajosa do rapaz, fez com que muitos aplaudissem a atitude tomada por ele, já que sabemos o quão difícil é enfrentar os julgamentos alheios.

FONTE: http://yspreading.com e jornaldopais.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *