“Pérsio é ‘mal interpretado’ ao falar sobre a problemática das cirurgias cardíacas em Petrolina”

Julio Lossio

Da Redação

Sobre as críticas mencionadas pelo Líder de Governo, Pérsio Antunes (PMDB), o prefeito Julio Lossio (PMDB) alegou que o vereador Pérsio é “mal interpretado” ao falar sobre a problemática das cirurgias cardíacas em Petrolina. Minimizando as críticas feitas a seu secretariado, Lossio alegou que o edil convocou a Secretária de Saúde, Lúcia Giesta, para a Câmara com o objetivo de debater cirurgias cardíacas, porém cometeu um erro.

“O Hospital de Urgências e Traumas nunca fez cirurgia cardíaca e nunca vai fazer. Quem faz cirurgia cardíaca, está habilitado e credenciado, é o Hospital Memorial. O que precisamos é cobrar isso do Governo do Estado à implementação de uma rotina de cirurgia cardíaca. Temos aqui Fábio Granja, Luiz Gonzaga Granja, referências em cirurgia cardíaca; o Memorial, que investiu muito na compra de equipamentos e essa coisa não está sendo viabilizada porque faltam recursos para serem investidos no Hospital, para que as cirurgias sejam feitas”, disse.

Questionado sobre o conselho de Pérsio quando sugeriu que o prefeito trocasse o seu secretariado, Lossio foi direto. “Meu irmão um dia desses me deu esse conselho também. Mas tanto ele quanto Pérsio precisam entender que as opiniões de todos são importantes, mas o prefeito até dezembro de 2012 sou eu, e eu quem vou escolhendo os secretários”, relata.

Por sua vez, o vereador afirmou que apesar das críticas contra a atual administração, existe um grande respeito por Lóssio. “Quero dizer que o prefeito é o meu amigo e tenho o maior respeito por ele. Ele tem todo direito de deixar os secretários deles até o final do mandato, mas na hora de ganhar eleição, ele tem que lutar contra os amigos. Sobre as cirurgias eu disse que o Hospital Memorial faz as cirurgias cardíacas e o traumas cuida dos pacientes internados com doenças graves”, explicou.

Na ocasião, Pérsio falou da verba destinada para a construção da UPA em Petrolina. “O governo de Lóssio solicitou ao Ministério da Saúde o cadastramento para construção de uma UPA, em seguida pediu mais duas, em março do ano passado foi anunciado que o dinheiro estava liberado para a construção da UPA, inclusive o governador fez até propaganda eleitoral e até hoje não saiu. O recurso da construção da UPA foi devolvido por conta da demora, verba liberado ano passado e nada foi feito”, lamenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *