Presidente lança novo Portal Brasil para tornar o governo mais digital

A presidente Dilma Rousseff disse nesta sexta-feira (27), ao lançar o , que o governo deseja construir uma prática sistemática de ouvir as ruas. Dilma convidou todos os brasileiros a acessar o novo Portal Brasil, que segundo ela, é mais um instrumento para o exercício da cidadania. Para a presidente, o objetivo é tornar o governo cada vez mais digital e aberto.

“Melhorar o acesso do cidadão, mas acesso no sentido amplo ao governo, não só em termos de informação, mas no uso de todos os dados do governo (…) Vamos construir as condições para substituir o mundo analógico pelo digital. Então estamos reformulando um dos elementos que nós temos. Isso significa que queremos construir uma prática sistemática de ouvir as ruas, o que querem as universidades, o que querem as pessoas do campo, dos diferentes segmentos sociais, e ouvir as redes sociais, ter com elas uma interação. Isso que permite que eu diga que o portal Brasil, que estamos hoje lançando na nova forma, é mais um instrumento pra exercício da cidadania (…) Tornar cada vez mais esse governo digital e aberto é o que nós queremos”, disse.

O novo Portal Brasil será a principal fonte de informação pública na internet. Ele irá agregar, em tempo real, todas as notícias divulgadas pelas assessorias de comunicação dos ministérios. Por meio do Portal Brasil, o cidadão terá acesso a 583 serviços públicos online, como emissão de um Darf ao pedido de passaporte, cálculo da Previdência e pedido de inscrição no FIES, dentre outros.

O Portal Brasil também dará acesso ao Portal da Transparência (a página da Controladoria Geral da União, com dados detalhados sobre a execução orçamentária e financeira do governo federal) e ao Portal da Legislação (mantido pela Casa Civil, com um sistema atualizado diariamente de todas as leis e decretos em vigor no país).

Informação  – O novo Portal Brasil será a principal fonte de informação pública na internet. Ele irá agregar, em tempo real, todas as notícias divulgadas pelas assessorias de comunicação dos ministérios. Contará, ainda, com conteúdos da TV NBR, com destaque para as transmissões ao vivo.

dilma-portal-gigante

Serviços – Por meio do Portal Brasil, o cidadão terá acesso a 583 serviços públicos online, como emissão de um Darf ao pedido de passaporte, cálculo da Previdência e pedido de inscrição no FIES, dentre outros.

Transparência – O Portal Brasil também dará acesso ao Portal da Transparência (a página da Controladoria Geral da União, com dados detalhados sobre a execução orçamentária e financeira do governo federal) e ao Portal da Legislação (mantido pela Casa Civil, com um sistema atualizado diariamente de todas as leis e decretos em vigor no País).

Servidor – Reformulado, o novo Portal do Servidor será o principal canal de informação de interesse do servidor. Ele terá informações da carreira, dos concursos e notícias que ressaltem o papel dos servidores como  protagonistas das politicas públicas.

Fale com a Presidenta – Por meio do Portal Brasil o cidadão poderá enviar uma pergunta, uma sugestão ou uma crítica que será respondida pela assessoria da Presidência da República.

Dados Abertos – O novo Portal oferecerá 2.900 sistemas de dados, livremente disponíveis para todos utilizarem e redistribuírem como desejarem, sem restrição de licenças, patentes ou mecanismos de controle.

Aplicativos – Estarão disponíveis no portal 30 aplicativos públicos para celulares e tablets.

Identidade visual – O novo Portal Brasil inaugura a nova identidade de comunicação digital do governo, a ser seguida no futuro por todos os órgãos públicos. Além de uma identidade unificada, o projeto assegura acessibilidade, para que pessoas com deficiência possam interagir com seus conteúdos, facilidade na navegação e responsividade, que permite a visualização do mesmo conteúdo em computadores, smartphones e tablets.

Em outubro, o Gabinete Digital irá ampliar os canais de diálogo online com a sociedade. O Portal Planalto (com notícias da Presidência da República) será reformulado, com versão interativa no Facebook. E será criado um canal de participação social, privilegiando o debate e a proposta das políticas públicas. (Jornal do Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *