Vereadores vetam projeto que iria beneficiar a população carente

Arnaldo Galdêncio

Da Redação

Segundo o vereador Arnaldo Galdêncio, o popular Baé (PP), na ultima sessão extraordinária do ano de 2011 da Câmara Municipal de Curaçá, 5 vereadores da oposição votaram contra projeto de autoria do executivo que tinha com o objetivo levar benefícios para a população da zona rural. De acordo o projeto, a população seria beneficiada com alguns itens a exemplo do abastecimento de água através de carros pipas, medicamentos, dentre outros.

“Era uma questão de atenção do Poder Executivo, mas que por outro lado, eles não entenderam dessa forma alegando que o projeto seria eleitoreiro, quem perdeu com isso foram às pessoas carentes que estão passando por necessidades em suas localidades. Na verdade, estão querendo jogar a população contra a administração municipal, agora é necessário que as pessoas tenham conhecimento da realidade dos fatos”, explica.

Maria Helena Mendonça

Emocionada, a agricultora Maria Helena Mendonça, 66 anos, que reside no povoado do Umbuzeiro lamenta a decisão dos vereadores. “Como é que eles fazem uma coisa dessa com agente. Nas próximas eleições eles vão bater em nossa porta mais uma vez para pedir votos e a nossa resposta vai ser dura, antes das eleições tudo era uma maravilha, mas depois que ganharam viraram as costas, e ainda nos tratam desse jeito com falta de respeito”, lamenta.

Por outro lado, ela faz um apelo ao gestor municipal e aos vereadores com relação ao abastecimento de água no povoado. “Todos nós estamos sofrendo com a falta de água, na minha comunidade tem muitas famílias que estão passando por essa situação difícil. Estou aqui desde ontem na porta da prefeitura pedindo uma lata de água, há meses que o Exército não leva uma carrada de água, então temos que correr atrás das autoridades. A minha cisterna está seca desde o natal e não temos condições de comprar água, pois temos outras despesas e somos pobres”, fala emocionada.

A reportagem do Ação Popular esteve na Câmara de Vereadores e não conseguiu manter contato com os vereadores da oposição. Deixou recado com a assessoria de comunicação que não retornou contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *