A revolta dos prefeitos

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) tem dito que o presidente Bolsonaro “contraria orientações sanitárias, gerando insegurança e dúvida na população”.

A FNP representa 406 cidades incluindo todas as capitais, e assim respaldada enviou novos ofícios cobrando responsabilidades, medidas oficiais do governo federal, testes rápidos para profissionais de saúde e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os municípios.

No texto, a entidade faz referência às novas posturas adotadas por Bolsonaro no fim de semana, que fez passeios pelo bairro Sudoeste em Brasília e pelo centro de Ceilândia, e vão contra as recomendações do Ministério da Saúde para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *