ACM Neto diz ter povo ao seu lado, mas não crava vencer no 1º turno

Ao votar, concorrente ao governo do União Brasil afirmou que enfrentou “tratamento diferenciado, desigual e parcial” da Justiça Eleitoral

Adriano Villela / Matheus Morais
Foto: Jorge Oliveira/bahia.ba
Foto: Jorge Oliveira/bahia.ba

 

Após votar na manhã deste domingo (2), o candidato a governador do União Brasil, ACM Neto, afirmou que “o importante é que eu tenho ao meu lado o povo da Bahia” e que a população entendeu sua posição de não apoiar explicitamente nenhum candidato a presidente.  Porém, o ex-prefeito de Salvador – que vota na Escola de Administração da Ufba – não cravou se vencerá neste domingo (2) ou haverá segundo turno.

ACM Neto relatou que procurou fazer uma campanha “pés no chão” e sem subestimar o adversário. “Eu não disputo apenas contra uma pessoa. A disputa é muito maior, contra uma máquina de governo poderosa e que foi muito usada”.

O candidato do UB defendeu que teve que lutar contra setores empresariais e parte da mídia. ACM Neto subiu o tom em direção ao Tribunal Regional Eleitoral. “Enfrentei, infelizmente, inclusive obstáculos e barreiras e tratamento diferenciado, desigual e parcial por parte do poder judiciário, da Justiça Eleitoral”, disse.

Sobre o segundo turno, ACM Neto afirmou que deseja vencer já neste primeiro turno, mas está preparado para o prolongamento da campanha até 30 de outubro. “Quem trabalhou quase dois anos. Estou na estrada desde 2021. Já são um ano e 10 meses, quase. Não vai ser por 30 dias do segundo turno que eu vou esmorecer, fraquejar, deixar de lutar com a mesma força com que lutei até aqui.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.