Da cadeia, Daniel Silveira se filia ao PTB de Roberto Jefferson

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, anunciou no Twitter nesta quinta-feira (25) que o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), preso, se filiou ao seu partido. A filiação foi confirmada pela assessoria de imprensa da sigla.

O parlamentar está preso desde o último dia 16 por postar vídeo atacando ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e fazendo apologia ao AI-5, o ato mais repressivo da ditadura militar. A prisão em flagrante foi chancelada pelo tribunal e também pela Câmara. Silveira ainda responde a dois processos no Conselho de Ética da Casa.

 

O PSL já indicou que pedirá o mandato de Silveira por infidelidade partidária. De acordo com a legislação, o mandato pertence ao partido. Para trocar de legenda, o deputado precisa de uma justa causa, como comprovar que foi perseguido internamente ou que a sigla mudou seu programa partidário.

“Se ele se filiou mesmo ao PTB, já perdeu o mandato”, disse ao Congresso em Foco o deputado Junior Bozzella (SP), vice-presidente do PSL. “Lugar de refugo do bolsonarismo é no PTB do Roberto Jefferson. Eles falam a mesma língua”, acrescentou.

Atualmente o PTB tem 12 deputados federais.

O PSL abriu nesta semana processo de expulsão de Daniel Silveira, mas ainda não houve julgamento.

“Ele se filiando ao PTB, para o PSL é uma bênção, uma alegria, igual aconteceu com o Douglas Garcia”, afirmou Bozzella, fazendo referência ao deputado estadual paulista que foi expulso da legenda e se filiou ao partido de Roberto Jefferson.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *